29/08/2010

Entre o céu e o inferno..


Escolhas são feitas ao longo de nossas vidas, caminhos são escolhidos da maneira que nos apetece, que desenvolvemos. Temos nossas razões, nossas opiniões formadas a respeito de tudo e de todos, como são feitos as comparações entre bem e o mal.

De certa forma, a escolha é complexa, optar “entre o bem e o mal” e renunciar a liberdade de conhecer, experimentar, talvez, até mesmo, viver. Se bancarmos o adequado, deixamos de conhecer o tentador pecado, para no final sermos julgados como culpados. Apesar de nada saber, nada conhecer, ou, apenas, sentir sem enxergar, ‘escolheria’ a paz – explico mais à frente..

Se o bem não vive sem o mal, o mal não vive sem o bem, pra que tentarmos manipular instintos e renunciar o livre arbítrio?! Se, de alguma forma, o que é bom pra mim é ruim pra você, a alternativa seria ser sensato, ter ética e caráter, ajudar sim, abraçar o mundo não. Isso resumiria muitas coisas.

Quem já leu a bíblia, não de uma forma simbólica e explicativa em frases (tirando versículos), e sim, como conta sua historia desde Gênesis, as passagens, até a carta de Judas, como viveram e foram provados e a vida de Jesus, sabe que há muito mais além do escrito e interpretada. Não posso dizer de Apocalipse, afinal, ninguém é suscetível a traduzi-la, se disserem que sim estão mentindo.

A Bíblia ensina, desde a historia a.C, d.C à como devemos viver hoje, agir e, principalmente, crescer. Ela nos mostra a sabedoria de poucos que naquela época viviam, como foram as vidas dos grandes homens ligados a Ele. Mas se Deus nos criou como suas marionetes, onde esta o prazer da vida em degustar de tudo que há no mundo, tudo que Ele mesmo criou, digamos, que não o agrada?!

Se temos vozes para recriminar o cientista que encontra a cura de alguma enfermidade, dizemos que é Deus que lhe deu sabedoria e usou suas mãos. Nada o homem cria, e sim, são usados como instrumentos. Então, o exemplo se resume em outros fatores ligados as coisas mundanas.

O pecado realmente é pecado?! Se formos criados a não cometê-los como seria nossa passagem na terra?! Ilusória? Vivendo por implicação de criadores?!

Sabemos que assassinos, ladrões e estupradores são “desumanos” que existiam desde a.C, que nos levam a pensar da falta de Deus nesses seres, para alguns estão possuídos, endemoniados. O fato de uma pessoa se levar a cometer tal ato se inclui a falta de senso, ética e caráter, já citado acima, pessoas sem cultura social e espiritual.

“Esses”, não se encaixam em tudo que eu quis dizer sobre o certo e o errado, minha teoria é que, não somos santos, cometemos falhas, erros irreparáveis e somos todos ignorantes. Por isso vivemos aprendendo, experimentamos a vida e colhemos dela o que nos faz feliz.

Viver.. não é somente respirar, ter órgãos funcionais ou colocar em prática nossas necessidades físicas, morais e sentimentais. É sentir cada etapa da nossa trajetória, com seus erros e dores, alegrias e sensações, não apenas existir e se moldar aos exemplos dos bons costumes da sociedade. Conhecer a verdade, viver todos os caminhos tortos e certos é, simplesmente, viver.

Nem tudo que parece pecado é pecado.. Não vamos para o inferno se errarmos, o inferno e o céu esta em cada um de nós.

Sei que haverá criticas, espero que construtivas – eu adoro – sobre minha doutrina, então pensem assim: Cada um tem sua verdade, cada pessoa pensa de acordo com o que vive e se tentarmos entender tudo, justificar ou traduzir, ficamos loucos.

Nem eu nem você estamos certos, afinal, somos todos pecadores.


Voltarei com “Entre o céu e o inferno” em breve. Isso é só o começo..

15/08/2010

O patrão nosso de cada dia..

Tantos procurando emprego sem êxito e eu querendo ser desligada da empresa. Já faltei, já errei documentos importantes, já esqueci (propositalmente) de fazer meu dever, só faltei fazer simpatia e nada..

Não sei se meu patrão me ama ou me odeia, se eu sou prestativa levo nomes (baixos), se deixo a desejar sou contemplada. Dá pra entender um TURCO? Sim, ele só quer dinheiro no bolso, não importa as circunstâncias..

Trabalhar pra turco é renunciar 90% da sua vida, você trabalha de sol a sol e chega no final do mês seu holerite tem tantos descontos que não sabemos de onde vem, e nem adianta perguntar porque a resposta é sempre a mesma... “o que é seu é seu, o que é meu é meu, esta certo!”. Certo vai ser as contas do juiz logo após a rescisão!!!

De turco eu só gosto das piadas..

Um mendigo toca a campainha da casa daquele turco que de tão pão-duro,
diziam que era capaz de tomar banho com um Sonrisal na mão, sem deixá-lo
derreter.
- Quem é? - grita, ao ouvir a campainha.
- Uma esmolinha, pelo amor de Deus!
- Pode enfiar debaixo da porta!


Sem contar que a família toda tem o mesmo nome... ¬¬

Mas tudo isso é culpa minha, quando meu pai dizia pra eu estudar não dei ouvidos. Hoje sou escrava da administração de comércios “Deus-nos-acuda”.

Música dos anos sacrificados..



♫Eu vivo preso

A sua senha
Sou enganado..

Eu solto o ar
No fim do dia
Perdi a vida..♫

08/08/2010

Pai é Pai...


Meu Pai me ensinou o valor do amanhã, das conseqüências dos frutos que plantamos hoje.

Que por mais que o mundo seja tentador, com suas festejas noturnas irresistíveis, com seus caminhos teóricos do melhor que há na vida, sempre há limite.

Ensinou-me a administrar meus gastos, meu cansaço, de uma maneira dura, porém coerente, que para obter o desejado, primeiro dá-se o suor.

O privei de conhecer-me, de me dar um futuro e saber meu paradeiro, mas nunca esqueço dos conselhos que, por mais que não seja transparente de onde que eu aprendi, hoje sou espelho de caráter e compostura.

Meu amor é silencioso, sou osso duro de roer e não sei demonstrar afeto direto, mas em minhas orações de proteção e prosperidade sempre cito seu nome. E se hoje sou o que sou, em relação a bom senso, devo isso ao meu Pai que sempre se mostrou correto.