25/04/2010

E a festa continua...

Hello friends..

Como ontem teve bolo lá na festinha, aqui não poderia faltar, então ofereço meu primeiro pedaço de bolo virtual e ele vai para... hum... deixa eu pensar... hum... Todos!
Vou ter que dividir o primeiro com todos, é impossível escolher um, eu adoro e admiro todos vocês!!


-Discurso, discurso, discurso..

Amigos são a família que Deus permitiu que escolhessemos, nos momentos mais importantes ou difíceis que passamos na vida eles sempre estão presentes e quando precisamos estão sempre ali, prontos pra qualquer eventualidade.

Nunca penso em quantidade e sim qualidade, por isso, seleciono os melhores, melhores eu digo no caráter e não popularidade, e esses melhores estão em minha vida compartilhando meus momentos, meus textos, meu cotidiano e tudo que possa acontecer em minha vida.

Agradeço, também, pelos presentes, pelas homenagens, pelo carinho, não só aqui no Blog, mas em todos outros sites que amigos me homenagearam, muitos não estão aqui, mas passam sempre que posto um texto.

Obrigada pelos presentes virtuais, amei todos, muito lindos..



Um beijo e um abraço apertado em cada um.


24/04/2010

Hoje é dia de festa...


Hello friends..

Hoje estou passando pra comemorar meu aniversário, quem quiser enviar-me presentes, estarei recebendo no domingo.. rs (brincadeirinha).


 Nesta época fico muito pensativa, afinal, é mais um ano que passou de minha vida.

 Hoje pensei muito em amigos, quero todos perto ao meu lado, tanto virtuais como os que estão comigo no dia a dia, pois todos são importantes pra mim e não importa se conheci hoje, ontem, ano passado ou cresceu comigo.

Portanto.. estou muito feliz por estar aqui entre vocês, amigos que me fazem rir, chorar e aprender a cada dia. Pessoas inteligentes, sensíveis, fortes, guerreiras, emotivas e sábias, cada um com sua historia de vida ou algo pra contar.

Amo muito tudo isso..


Contando as novidades..

Como sempre, eu consigo descobrir todas as coisas que se passam em minha volta, cedo ou tarde, e hoje descobri que estão fazendo uma festa surpresa.. ha ha.. mas estou fingindo que não sei pra continuar sendo surpresa.


Descobri quando “pensei alto”: “É.. já estou sabendo que amanhã vai ter bolo”, uma pessoa muito ingênua do meu setor disse: “Ah.. quem estragou a surpresa?”.

Kkkk.. eu estava me referindo em minha casa, minha mãe, realmente, fez um bolo e acabei desvendando o mistério por ninguém estar quase falando comigo. Esta o maior suspense em meu trabalho.

E o melhor.. é de chocolate, meu preferido.. rs.

Agora chega de papo e vamos cantar parabéns, com Aline Barros, que já estou fazendo meu pedido. Será que meu desejo irá se realizar? Deus queira que sim!


21/04/2010

Lembranças de Jhonny


Vivemos juntos 16 anos, ele era meigo, carinhoso e lindo, sempre me colocava pra dormir em seu colo aconchegante. Há tanto tempo que estava comigo que o conhecia como ninguém, cada canto do seu corpo eu explorei e ele só tocava meus cabelos.

Quantas noites em claras passamos juntos, quantas madrugadas em choro, em alegrias, ele sempre presente e eu indiferente, mas não conseguia dormir se ele não estivesse ali. Era calado, mas seu silêncio me confortava, sempre ouvia meus pensamentos por estar tão próximo e me conhecer tanto.

Não teve uma noite, se quer, que passou longe de mim, me esperava todo dia mesmo se eu não voltasse para casa, ele nem reclamava, no outro dia estava ali esperando por mim.

Tinha os olhos negros, pele branquinha e aveludada, seu abraço me acalmava e meu cansaço passava logo após algumas horas ao seu lado. Como te esquecer? Como dormir sem você?

Não me vejo sem teu conforto, sem poder lhe dar boa noite, pensei que nunca iria lhe perder.

Hoje acordei e você estava ali, corpinho para um lado e cabecinha para o outro, meu Jhonny que sempre dormia comigo se partiu sem concerto e não sei como salvá-lo.


Hoje dormi só, uma noite curta e mal dormida, pois você complementava meu travesseiro, não sei como dormirei novamente sem você, meu ursinho querido.

18/04/2010

Vale a pena ler de novo... "O Beijo do Vampiro"


Numa tarde escura, a lua já apontava seu brilho e as luzes da cidade se acendiam sem alarde. Um silêncio, um mistério, pairava sobre sereno frio e nostálgico que vinha do sul agoniando meus pensamentos.

Em meu quarto, sentia a chuva se aprontando para dar seus primeiros sinais de chegada, uma brisa fria anunciava uma noite deserta em meu lençol aquecido por meu corpo que o cobria.

Inquieta e sonolenta, deixei-me levar pausando os momentos alucinantes, sobrepondo o real no imaginário, abrindo o portal de uma viagem mística, como chamam de “viagem astral”. Somente a luz da Lua cheia iluminava meu quarto escuro e o som do vento faziam melodia entre as árvores de vista a janela meio aberta.

Quando ouço lá do fundo dos meus sonhos reais um barulho, um ruído, sem forças para me levantar como se estivesse enfeitiçada permaneci quieta, embriagada desta noite alucinante. O barulho aumentava como se alguém me aproximasse, senti meu coração acelerar, minha pele arrepiar e o colchão afundar. Uma brisa fria me descobria, com início em meus pés, subindo como se fosse uma mão suave tocando meu corpo.

Eu, sonolenta, não sabia distinguir entre o medo e o desejo, parecia que meu temor o atraia e meu desejo o seduzia, meu corpo quente entre aquele corpo frio me confundia, a única lucidez que em mim havia era de não querer que essa sensação terminasse.

Em seguida senti uma pressão em meus lábios, um beijo inexplicável e apaixonante , logo após em meu pescoço uma mordida suave e envolvente, o saciando a vontade de sugar o meu sangue que se escorria por minha veste vermelha de seda. Deixei matar sua sede, seus desejos, até o ultimo gole que o acalmava.

Ao abrir meus olhos, deparei-me com os dele, verdes e serenos, olhei em seus lábios vermelhos de meus sangue, passando a língua entre os dentes com um ar faceiro, sua pele branca e fria, o realçavam entre seus cabelos negros.

Já não tinha mais forças para perguntar qual o seu nome, de onde viera, porque me possuíra.. enquanto se afastava em direção a janela e me deixara.

Adormeci com a sensação de êxtase e angústia por ter ido embora e deixado-me com o néctar de querer mais uma vez sem saber lhe encontrar.

Amanheceu e acordei com meus dentes afiados com um único desejo, que à noite venha a calhar e devolva esta sensação enigmática de emoção e prazer, pois minha sede é somente de seu corpo.

Todas as noites minha janela se encontra aberta esperando seu retorno..

12/04/2010

Dia Feliz (quem sabe amanhã)..


Tem dias que tudo conspira a favor (dos outros), o sol brilha (do outro lado da cidade), o carteiro traz uma carta de um parente que mora do outro lado do mundo (pro vizinho) e na padaria fizeram pão do jeito que você gosta (até chegar sua vez e acabar).

No caminho do trabalho encontra sua amiga de infância que não vê a tempos (porque você deu uma surra nela por ter tentado roubar seu namorado), na hora do seu almoço servem fritas, seu prato preferido (pena que o Doutor proibiu de comer frituras) e almoça ao lado daquele gato do outro departamento (o que tem de gato tem de porco, só falta lamber os pratos e comer o copo).

A tarde decide ir ao shopping e comprar aquele vestido lindo que você apaixonou no dia anterior e tem a sorte de encontrar ele na promoção (pena que acabou do estoque e só sobrou o mostruário com defeito) e aproveita pra comprar aquela gargantilha chiquérrima pra combinar com o vestido, mas desiste porque de perto não era tão bonita assim (claro, o cartão tinha acabado o limite).

Em casa seu namorado chega com flores (aquelas que você é alérgica e esqueceu de contar a ele) e um filme romântico (que você já assistiu 3 vezes), mais tarde jantam a luz de velas (pois acabou a energia) e, finalmente, chega a hora de dormir (ele, pois você tem que terminar um trabalho importantíssimo e só lembrou na hora de dormir).

Que dia perfeito (foi ontem)..

09/04/2010

Lição animal: O instinto de amar.


Eles podem não raciocinar, vivem por viver e se alegram com apenas um carinho. Para eles todos somos amigos, esperam somente alimento e cuidado.

Necessitam de abrigo e tem uma grande percepção no faro de encontrar seu canto, seu companheiro e um grande carisma de nos alegrar no final do dia.



Como não pensam, não sentem, não são passivos?
Sentem o perigo, se defendem da violência.
Estão sempre unidos e se ajudam em momentos difíceis, assim como nós.


Choram com a perda, é inocente da morte e incapaz de sentir raiva, desde que não o agridem e sejam educados de forma adequada.
Não sabem distinguir a ajuda de maus tratos quando estão assustados, mas quando sentem ser amados são a companhia ideal e perfeita para aqueles que gostam de cuidar.


Quem é que se alegra quando você chega em casa? Brinca com seu filho e protege sua casa, conhece sua voz e seu cheiro e não te troca por ninguém.
Sente a sua ausência e sempre tem esperança de que você o leve para passear.


Sem entender o motivo, mas entendendo a dor do abandono, choram, sofrem e, mesmo assim, tem esperança de você voltar...
Por que o desamparar?


Um animal não é um objeto, não nasceu para ser malhado e jogado fora como algo não mais utilizado.
Eles não pedem muito, só querem sua atenção, afeição e dedicação. Retribuem sempre o que lhe é dedicado, seu latido sempre tem significados.
Sabem amar como o homem, se defender como sua raça determina, são moldados e educados da maneira de seu dono ensina.
Seja cachorro, gato, coelho... animais merecem cuidados, merecem abrigo e ser amados..


06/04/2010

Não foi eu.. só concordei!


***
As nuvens são como os chefes.. quando desaparecem o dia fica lingo..
***
Se chefe fosse arquivo o, a extensão seria fdp..
***
Eu tenho um chefe caranguejo, ele faz o serviço todo andar pra trás..
***
Não só no final de ano que ele é Papai Noel, enche o saco todo dia..
***
As vezes parece um disco quebrado, ele não se toca, quando não só chia..
***
Esse é meu chefe camisinha, vive enchendo e atrapalha a produção..
***
Deu pra entender o clima entre meu chefe e eu, né? Rs.. haja paciência.. 

04/04/2010

Páscoa... Paixão, Morte e Ressurreição.


Como duvidar da existência de um ser imponente que entregou a sua própria vida por nós, pecadores, para nos salvar?

Ele mostrou seu amor e nos ensinou a seguir seus paços, se espelhar em seus atos e transmitir sua mensagem em um laço de fé. Entregou sua vida para nos doutrinar sobre a verdadeira importância da vida.

Não há amor maior que Jesus desvendou em sacrifício na cruz!

Nos mostrou que a morte não é o fim da linha, mas deixou claro qual o caminho para chegar até a vida eterna. Mostrou que a morte é o recomeço e o sofrimento tem fim e recompensa.

Que a ressurreição é na vida , se renovar é poder nos dar mais uma chance de sermos dignos da salvação, não importa quando ou como, nunca é tarde para o recomeço, nunca é tarde para o arrependimento.

A Páscoa é renascimento, libertação, perdão, é cicatrizar feridas passadas e revigorar sentimentos a respeito dos nossos semelhantes. Dar vida as palavras que Jesus deixou como mandamento e entender o seu verdadeiro significado.