28/12/2010

Tchau, Resgatando.. Oi, Meu Divã !

Olá, amores..

Ontem, decidi colocar um pouco de cor no preto e branco, e enchi de coraçõezinhos meu Blog (estou muito amável ultimamente).. rs. Hoje, decidi mudar o título, espero que tenham gostado. =)

Tive uma ajudinha de um grande amigo e companheiro de trabalho, Eduardo Peixoto, do Kd Meu Controle . Se você gosta de jogos passe lá! Ou se você é louco por filmes entre em Eu quero é mais .

Escolhi, “Em meu Divã”, porque o Blog é como uma terapia pra mim, um lugar para doar palavras quando me censuram expor conhecimentos.

Ando nas nuvens depois que escrevo um texto.

Estamos entrando em um novo ano, então, Vida nova e Blog novo fazem parte de minhas mudanças.. Enjoei daquele título, enjoei de olhar pra minha cara naquela foto e enjoei de ficar longe daqui.

O Banner é temporário, ainda não sei o que fazer..

Enjoei do namorado também, no ultimo final de semana isso foi resolvido (rs), estou solteira, quem quiser pode apresentar o currículo (Brincadeira, gente).

Eu não sou de fazer promessas de final de ano, mas este eu resolvi, mais que prometer, estou criando metas e objetivos, sem fazer corpo mole, não vou deixar a preguiça tomar conta de mim.

Quero me apaixonar também, esse negócio de “Sozinha sim, solteira nunca” também já me enjoou.. rs

Eu também desejo isso a vocês, sucesso no que pretendem, no que fazem e realizam. Um ótimo Ano Novo, com muito Amor, pois quem tem amor tem tudo e não sabe.

Mil Beijos..
♥΅◦.::.◦΅♥΅◦.::.◦΅♥΅◦.::.◦΅♥΅◦.::.◦΅♥΅◦.::.◦΅♥΅◦.::.◦΅♥

22/11/2010

Minutos – Diário de uma multifacetada.



Olá, amores laudáveis ..
Desculpe minha ausência, queridos, desta vez nem é por falta de tempo, é de saúde mesmo.

Eu, desde criança, nunca tive sorte com minha saúde, visitava o hospital 5 vezes no mês, no mínimo, até que fiz 18 anos e cansei, tirei férias de hospital.

Mas isso foi Burrice, talvez se eu tivesse continuado meu tratamento, mesmo cansada, nada seria crônico ou agudo hoje, e minhas dores teriam sido cessadas.

Enfim, de volta aos exames, tratamentos, fisioterapias, RPGs, cirurgias...

Isso, ou ter mais luxações, fraturas, inflamações e dores, ou melhor, um pouco de alívio.. sem falar da minha memória, abafa!

Nessas e outras, fica difícil ter cabeça pra pensar, criar, até mesmo ficar sentada em frente ao computador e interagir, mesmo morrendo de saudades de todos que adoro e admiro aqui no Blog e outros sites de relacionamentos que participo.

E não pensem que estou reclamando, mesmo levando uma vida assim, sou totalmente “normal” (rs), trabalho, estudo, namoro... e sem reclamar, aliás, nunca fui de me abrir assim, deu vontade hoje.. rs.

Escolhi esse título pra falar um pouco de mim, pra vocês me conhecerem melhor, mesmo que seja entre ironias e parábolas, estou falando de mim.

Eu, por mais que eu tente, sou péssima em me expressar, em me julgar ou avaliar, prefiro que desvendem meus mistérios, meus méritos e meus defeitos, que são muitos.. rs.

E.. como quase sempre, em meus textos, procuro sempre transmitir algo, uma mensagem, uma hipótese ou meras fantasias.

Hoje, diretamente falando, o tema é Aceitar, seja os fatos até mesmo a vida do jeito que Deus nos deu. Não estou dizendo estacionar, se entregar ou esperar as coisas caírem do céu, nada disso!

O Céu é o Limite, não importa as circunstancias tudo podemos realizar, pelo tempo que Deus nos permitir, como Ele quer que seja assim.

Tristeza.. felicidade.. faz parte!

Eu posso ter dores, mas isso nunca me privou de fazer o que gosto. Posso ter limite, mas sempre ultrapasso as barreiras. Posso precisar repousar, mas sempre volto com sorriso estampado no rosto, cheia de vida e amor pra dar..

Amo minha vida!

Beijos meus com saudades..


06/10/2010

Minutos – Diário de uma multifacetada..


É comum a vida nos mostrar o que ela oculta em detalhes pálidos, além da visão nítida, ou talvez, sensata. Administrar o dia sem rotina, cujo único detalhe a ser mudado é um pequeno sentimento que faz valer o dia.

Uma emoção num filme triste, o sorriso de lado da paquera que você deixa pra lá, o vinho na prateleira que te faz lembrar “aquele dia”. Sem perceber você se pega na lembrança da infância, como seria se tudo fosse diferente. Se olha no hoje e se orgulha por ser diferente.

Uma doença terminal te faz viver tudo que há pra viver, se você não precisasse se preocupar com isso seria infeliz por querer viver o que quer viver, ou viver o que o que vier. É a diferença entre o querer e agir – mórbido é essa frase.

Aquele homem na praça pintando quadros que te trás ideias, até mesmo, uma sensação, certa inveja, de querer e destacar entre os iguais, fazer valer a pena, é tão atraente. Como numa novela, que todo final é feliz, muitos não se agradam que a vilã saia ilesa, e para poucos, é o personagem mais excitante.

O que te faz diferente? Ser depressivo, porém, sensível a cada detalhe passado na vida, a sensação do frio no calor que te faz pensar nos porquês de cada evento do dia. Pessoas propícias a isso, são as que pensam, as que sentem, as que questionam.

Loucos? Quem não é? Ou somos poucos?

Sentir falta de tudo, das coisas, dos lugares, do que não viveu, parece saudade. Expressá-las em papéis tornam-se poemas, que poderá alguém se identificar ao ler. Não é tudo que devemos contar - deixo isso para o próximo – mas poder lembrar e transformar momentos, sentir além dos fatos é gratificante.

Eu poderia viver muitas vidas, e mesmo que a minha não seja motivo de se espelhar, até onde eu chego deixo dúvidas à aqueles que pensam que sou o que querem que eu seja.

“Momentos meus”

24/09/2010

Mulheres que amam de menos. Não anônimas [3]

Enquanto isso, no Ap. da Vivi.. Gosto não se discute, somente o encanto comove..


Márcia: Eu, Márcia, tenho 29 anos e gosto da cor azul, sorvete de morango e chantilly no café. Todos sabem que odeeeio Portinari, azzarro.. e que droga de perfume é aquele Ferrai que o Jailton estava usando? Não é à toa que eu não volto com ele.

Nós: ...

Márcia: Esses dias o Paulo veio em casa, eu estava com meu vestido azul. Ele, como se fosse meu namorado, disse que meu vestido preferido não me caia bem.
Como pode? Que petulante..
O Flávio adorou aquele vestido quando nos encontramos pela primeira e única vez, pena que ele foi embora, não deu nem tempo de perguntar que perfume era aquele..

Nós: Márcia, é Ferrari! Não prestou atenção no frasco que estava no painel no carro dele?
Ah, entendemos, querida, você estava preocupada com outras coisas.. Compreensível. Ui..

Márcia: Hã???

Nós: Hahahahaha.... Vai cuidar da sua rinite, amiga.

Vivi: Eu, Vivian, tenho 28 anos e gosto de Romeu e Julieta – não do filme, do doce – no meu café da manhã não pode faltar suco de laranja e nem pense em colocar café na mesa, me enoja, fico com náuseas só de lembrar daquele cheiro, argh!
Esses dias eu dormi na casa do Júlio, acordei com enjôo daquele cheiro de café. Acordei brigando também, ele sabe que eu não gosto de café, porque ele fez café? Alguém pode me explicar?

Nós: Sim.. ele gosta de café de manhã..

Vivi: Que tomasse quando eu não estivesse lá, ou melhor, que não fizesse quando eu dormisse lá..

Nós: Não vamos passar a noite falando de café, vamos?
Vivi, você nem gosta dele, pare de iludir o cara, amiga, volta com o Luciano que faz todos seus gostos, aliás, ele tem seus gostos.

Vivi: (suspirou e sorriu).

Elas: Priiii, o que foi aquilo que vimos na casa do C*****, você pegou a bala dele, e o que é pior, a tal bala estava na boca dele antes de passar pra sua. Voltaram pela 324ª vez?

Eu: Oi?

Elas: Haha, o que ele tem de tão bom, Pri, te traz chocolate também?

Eu: Foi só uma recaída, meninas, sabem como é a madrugada com Jack Daniels – Não me pergunte como a garrafa veio parar em minhas mãos. Mas, pensando com a cabeça, o C****** sempre foi um amorzinho, pena que..

Elas: O que? O que? O que?

Eu: Eu gosto de sentir borboletinhas na barriga e ouvir pássaros cantando..
Que eu gosto de perfume Polo Black, dormir, na maioria das noites principalmente as quentes, em camas separadas e da CHUVA. A diversidade sempre foi tentadora, mesmo que o “diferente” parte sempre de um mesmo amante. Mas aceito o suco de laranja da Vivi e o café com chantilly da Marcinha.

Elas: Haha.. Igual o F*******?

Eu: Não, igual o E******. Rá, peguei vocês!

Elas: Quem é E******?

Eu: Oi?

Todas: Ahhh.. vamos pedir pizza!

29/08/2010

Entre o céu e o inferno..


Escolhas são feitas ao longo de nossas vidas, caminhos são escolhidos da maneira que nos apetece, que desenvolvemos. Temos nossas razões, nossas opiniões formadas a respeito de tudo e de todos, como são feitos as comparações entre bem e o mal.

De certa forma, a escolha é complexa, optar “entre o bem e o mal” e renunciar a liberdade de conhecer, experimentar, talvez, até mesmo, viver. Se bancarmos o adequado, deixamos de conhecer o tentador pecado, para no final sermos julgados como culpados. Apesar de nada saber, nada conhecer, ou, apenas, sentir sem enxergar, ‘escolheria’ a paz – explico mais à frente..

Se o bem não vive sem o mal, o mal não vive sem o bem, pra que tentarmos manipular instintos e renunciar o livre arbítrio?! Se, de alguma forma, o que é bom pra mim é ruim pra você, a alternativa seria ser sensato, ter ética e caráter, ajudar sim, abraçar o mundo não. Isso resumiria muitas coisas.

Quem já leu a bíblia, não de uma forma simbólica e explicativa em frases (tirando versículos), e sim, como conta sua historia desde Gênesis, as passagens, até a carta de Judas, como viveram e foram provados e a vida de Jesus, sabe que há muito mais além do escrito e interpretada. Não posso dizer de Apocalipse, afinal, ninguém é suscetível a traduzi-la, se disserem que sim estão mentindo.

A Bíblia ensina, desde a historia a.C, d.C à como devemos viver hoje, agir e, principalmente, crescer. Ela nos mostra a sabedoria de poucos que naquela época viviam, como foram as vidas dos grandes homens ligados a Ele. Mas se Deus nos criou como suas marionetes, onde esta o prazer da vida em degustar de tudo que há no mundo, tudo que Ele mesmo criou, digamos, que não o agrada?!

Se temos vozes para recriminar o cientista que encontra a cura de alguma enfermidade, dizemos que é Deus que lhe deu sabedoria e usou suas mãos. Nada o homem cria, e sim, são usados como instrumentos. Então, o exemplo se resume em outros fatores ligados as coisas mundanas.

O pecado realmente é pecado?! Se formos criados a não cometê-los como seria nossa passagem na terra?! Ilusória? Vivendo por implicação de criadores?!

Sabemos que assassinos, ladrões e estupradores são “desumanos” que existiam desde a.C, que nos levam a pensar da falta de Deus nesses seres, para alguns estão possuídos, endemoniados. O fato de uma pessoa se levar a cometer tal ato se inclui a falta de senso, ética e caráter, já citado acima, pessoas sem cultura social e espiritual.

“Esses”, não se encaixam em tudo que eu quis dizer sobre o certo e o errado, minha teoria é que, não somos santos, cometemos falhas, erros irreparáveis e somos todos ignorantes. Por isso vivemos aprendendo, experimentamos a vida e colhemos dela o que nos faz feliz.

Viver.. não é somente respirar, ter órgãos funcionais ou colocar em prática nossas necessidades físicas, morais e sentimentais. É sentir cada etapa da nossa trajetória, com seus erros e dores, alegrias e sensações, não apenas existir e se moldar aos exemplos dos bons costumes da sociedade. Conhecer a verdade, viver todos os caminhos tortos e certos é, simplesmente, viver.

Nem tudo que parece pecado é pecado.. Não vamos para o inferno se errarmos, o inferno e o céu esta em cada um de nós.

Sei que haverá criticas, espero que construtivas – eu adoro – sobre minha doutrina, então pensem assim: Cada um tem sua verdade, cada pessoa pensa de acordo com o que vive e se tentarmos entender tudo, justificar ou traduzir, ficamos loucos.

Nem eu nem você estamos certos, afinal, somos todos pecadores.


Voltarei com “Entre o céu e o inferno” em breve. Isso é só o começo..

15/08/2010

O patrão nosso de cada dia..

Tantos procurando emprego sem êxito e eu querendo ser desligada da empresa. Já faltei, já errei documentos importantes, já esqueci (propositalmente) de fazer meu dever, só faltei fazer simpatia e nada..

Não sei se meu patrão me ama ou me odeia, se eu sou prestativa levo nomes (baixos), se deixo a desejar sou contemplada. Dá pra entender um TURCO? Sim, ele só quer dinheiro no bolso, não importa as circunstâncias..

Trabalhar pra turco é renunciar 90% da sua vida, você trabalha de sol a sol e chega no final do mês seu holerite tem tantos descontos que não sabemos de onde vem, e nem adianta perguntar porque a resposta é sempre a mesma... “o que é seu é seu, o que é meu é meu, esta certo!”. Certo vai ser as contas do juiz logo após a rescisão!!!

De turco eu só gosto das piadas..

Um mendigo toca a campainha da casa daquele turco que de tão pão-duro,
diziam que era capaz de tomar banho com um Sonrisal na mão, sem deixá-lo
derreter.
- Quem é? - grita, ao ouvir a campainha.
- Uma esmolinha, pelo amor de Deus!
- Pode enfiar debaixo da porta!


Sem contar que a família toda tem o mesmo nome... ¬¬

Mas tudo isso é culpa minha, quando meu pai dizia pra eu estudar não dei ouvidos. Hoje sou escrava da administração de comércios “Deus-nos-acuda”.

Música dos anos sacrificados..



♫Eu vivo preso

A sua senha
Sou enganado..

Eu solto o ar
No fim do dia
Perdi a vida..♫

08/08/2010

Pai é Pai...


Meu Pai me ensinou o valor do amanhã, das conseqüências dos frutos que plantamos hoje.

Que por mais que o mundo seja tentador, com suas festejas noturnas irresistíveis, com seus caminhos teóricos do melhor que há na vida, sempre há limite.

Ensinou-me a administrar meus gastos, meu cansaço, de uma maneira dura, porém coerente, que para obter o desejado, primeiro dá-se o suor.

O privei de conhecer-me, de me dar um futuro e saber meu paradeiro, mas nunca esqueço dos conselhos que, por mais que não seja transparente de onde que eu aprendi, hoje sou espelho de caráter e compostura.

Meu amor é silencioso, sou osso duro de roer e não sei demonstrar afeto direto, mas em minhas orações de proteção e prosperidade sempre cito seu nome. E se hoje sou o que sou, em relação a bom senso, devo isso ao meu Pai que sempre se mostrou correto.

28/07/2010

Meu confuso desabafo.


Eu me esquivo do cansaço, me libero da doutrina para alcançar meu mundo inalterável, mergulhando em águas imundas sendo filtradas junto ao meu caminho largo. Deixo-me levar pelo perigo, pelo qual não vivo e me desfaço a cada amanhecer quebrando cadeados.

Fecho meus olhos em dias tolos pra não ver passar o tempo, logo tardio em me alcançar, tenho medo, ouço ruídos e não mais vejo. Momentos malditos que me purifico a cada gota de lágrima, alçada a fase pacata que ganho quando acordo.

Olho para trás e vejo crivos bordados, confusos, ao voltar páginas em brancas, da qual me permiti embargar na teoria do inestimável, em soluços, que me apetece a sorte. Chorei ao me ver ali, passando por uma porta que não abri, pra depois começar do zero e me transformar numa estátua admirável aos olhos de quem me assiste.

Penso, me canso de pensar, de saber a verdade e escolher me calar pra não passar mais uma noite em claro. Já não sei estender a mão, meus olhos já não são puros à alma de outrem, dos que me rodeiam a sanha e, angustiada, fico impura. Não é assim que me refiz, não foi assim que me apurei.

Não sou uma imagem, não sou um presente dado em dias cruéis, que satisfaz um sorriso acanhado em momentos infortúnios. Não vim pra confundir, só quero meu sossego. Quero respirar, preciso dormir, quero seguir ao meu intento..

Vejo um grão de areia que brilha, chego perto e se apaga, transformando-se em fantasmas passados incalculáveis. Me despeço dessa raça inábil que anda pra trás e me carrega em laços, logo os vejo tropeçar, mais uma vez, em meus sapatos.

Um dia eu acerto...

“Momentos meus”

25/07/2010

Espelho – Momentos não meus.

Hoje, em “Meus momentos”, fui um pouco mais além dos meus tempos, imaginando, por enquanto, se é que chego lá, um momento improvável ou certeiro de meus pensamentos.

Talvez tenha me espelhado em alguém, minha avó, minha vizinha... Não sei! Só que me deu vontade, espero que gostem.

Beijos.. Boa semana =)



Eu me via de rosto limpo
Sem expressões dos anos que passaram
Em meus olhos, tão claros, tão nítido
Hoje denso e franzidos, não tristes

Meu olhar cor de mel acinzentado
Já viram mil barcos afundados
Já brilharam pelas flores, suas cores
Pela nuance de meus vestuários

Eu me via sem os reparos
Eu me via vem pó compacto
Não escondia meus bustos
Escolhia, por dia, meus sapatos

Em minhas mãos havia força,
Em meu coração havia fogo
Hoje sou pausada em meus passos
Meu leito que me devolve o fôlego

Anos vitoriosos, anos vividos
Não me esqueço dos sorrisos
Dos amores em vão, daquela paixão
Reflexo do espelho, saudades que sinto



Escrevi esse poema em meu ex-Blog "Meus Momentos em Poesias", 
que fechei dia 18/05/12, sei lá porque... 
não poderia perder os comentários dos meus amigos 
na época, né?! Estão todos aqui também ♥

Mirtes disse... Nossa Priscila, como me senti transportada nesse seu poema riquissimo em versos e um belo tema. Não que me sinta acabada pelo tempo, mas sinto um pouco de desgaste no íntimo, saudades de uma época inesquecivel que passei, mas que eu gostaria de poder rever no reflexo do meu espelho da vida... Um grande beijo querida. 25 de julho de 2010 20:09

Tetê disse... Um poema belíssimo! Mas eu não me vejo envelhecendo assim... vejo minha mãe com 78 anos, com problemas nos ossos decorrentes da idade, mas ativa, prestativa e acho que vou chegar aos 78 em melhor forma que ela pois eu pratico esportes, faço uma alimentação balanceada, coisas que ela nunca procurou fazer! Acho que vou ser uma "velhinha sapeca"! rs...rs...rs... Bjks Tetê 26 de julho de 2010 13:13

Sônia Silvino disse... Nossa, Pri! Que lindo e tocante, amiga! Grande poetisa você é! Bjkas, muitas! 26 de julho de 2010 23:32

Pérola disse... Processo poético amada,gostei muito. Parabéns. Um beijo grande. 27 de julho de 2010 15:02

Paulo disse... Priscila, Muito obrigado por sua visita ao BAR DOS NAVEGADORES, onde você sempre será bem-vinda... Sua poesia é belíssima, com muito conteúdo e reflexão... Envelhecer é uma arte, assim como viver também o é... Ganhamos marcas do tempo no corpo e na alma, mas nos tornamos pessoas melhores e mais interessantes nessa caminhada... Valeu pela reflexão. Voltarei mais vezes, por isso te sigo. Beijo. 28 de julho de 2010 20:52

Everson Russo disse... O espelho é sincero,,,reflete sentimentos e desejos,,,muitas vezes nossa alma...beijos de bom dia . 29 de julho de 2010 05:06

ONG ALERTA disse... Espero que todos possam envelhecer com saaúde, paz. Beijo Lisette 30 de julho de 2010 11:25

Eloah disse... Lindo!Relembrar também tem poesia e alimenta a alma que não se gasta, está sempre plena.Bjs Eloah 1 de agosto de 2010 06:29

Sônia Silvino disse... Oi, Pri queriiiida! Perdoe-me pela ausência, mas estou com 2 doentinhos em casa. Lindo poema, amiga! beijinhos! 14 de setembro de 2010 23:59

nEORVX disse... Muito legais os teus blogs. Já tô seguindo os dois. E muito obrigado pelos elogios. Vindo de uma pessoa como vc tem muito mais valor. Obrigado! 21 de setembro de 2010 08:42

nEORVX disse... Pois é, já faz um bom tempo que eu também uso o Chrome, antes eu usava o Opera mas o Chrome se mostrou bem mais rápido até pra abrir. Do IE eu nem falo nada, pra mim é o pior dos principais, mas ainda é um dos principais... Um ótimo FDS pra vc tb Priscila!!! 7 de outubro de 2010 19:53

A. Eriveudo disse... Não sei o que pode ter acontecido Priscila. Eu fiz novamente e deu certo. Você respondeu à todos os campos? Abraços! 22 de novembro de 2010 19:28

Pérola disse... Oi amada,que bom ter o prazer de sua visita. Fiquei imensamente feliz. Como vc está menina linda!!! Saudades de ti minha flor. Os fantasmas continuam apurrinhando mas dessa vez com menos intensidade rs. Devagarinho a gente vai harmonizando a caminhada rs. Volte logo ok,ñ suma vc fez falta. Um feliz Ano novo amada. Mas eu volto viu!!! Beijokas millll. 28 de dezembro de 2010 16:59

Amapola disse... Querida amiga Priscila. Fico muito feliz por você também ter voltado. Seu poema é maravilhoso e triste. Muito obrigada pelo carinho de sempre. FELIZ 2011. Muita sáude, paz, amor, alegria e progresso. Amo você. Beijos no coração. 31 de dezembro de 2010 07:09

Pérola disse... Seja bem vinda em 2011 minha querida. Beijokas millllllllllllllllllll. 2 de janeiro de 2011 10:45

Amapola disse... Reli esse belo poema. Nostálgico... Triste... Cheio da vida que se vai... Se vai aos poucos! 3 de janeiro de 2011 11:27

Amapola disse... Passei para lhe dar um abraço apertado. 19 de janeiro de 2011 12:45

Anne Lieri disse... Pri,muito comovente poesia!Um olhar atento sobre si mesma,a paixão e a saudade!Lindo demais!Bjs, 29 de janeiro de 2011 06:23

Amapola disse... Passei para lhe agradecer pela honra da sua visita, e para lhe dar um abraço apertado. Fique com Deus. 1 de fevereiro de 2011 05:05

Malu disse... Menina, obrigada por ir para o meu cantinho. Também estarei aqui. Um grande abarço 2 de fevereiro de 2011 10:53

Juliane Rodrigues disse... Um daqueles poemas de tocar na alma, enxugar as lágrimas, e cobrir o vazio. estou te seguindo com prazer e agradeço a sua leitura. 19 de abril de 2011 01:09

Sónia M. disse... E o espelho reflete...saudades de um tempo perdido! Belo poema! Beijo Sónia 6 de abril de 2012 00:52




18/07/2010

Uma historia de amor..


Eles viveram sete anos juntos, sete anos de amor, de rumor, de intriga, de loucura, de sensualidade, ousadia, sexo e brigas. Se amavam, mas os palpites de terceiros os separavam, voltavam sempre quando não aguentavam mais a distância e terminavam sempre que não aguentavam mais as discordâncias.

Eles eram jovens, ela tinha quatorze anos quando o conheceu, se apaixonou e idealizou uma vida. Ele era aventureiro, namorador e machista, mas enternecia quando ela chegava, ela o conquistava uma vez por dia.

Após esses sete anos ela o deixou por não suportar tanta arrogância que ele alimentou aos sons distorcidos de amigos, se formou, tornou-se filósofa e poeta. Em sua estante guardava seus livros, seus conceitos, seus medos, suas aventuras e descobertas longe de suas recordações, lembranças e desejos daquela época.

Conheceu novos amores, novos lugares, outras vidas, mas ela não o esquecia, apenas guardava sua saudade sempre que algo a lembrava.

Ele viveu tudo o que queria viver nas ruas de São Paulo e casou com uma virgem para se redimir de seus pecados, não olhando para trás para não dar chances as saudades do passado e, com sua nova vida, só o futuro estável o interessava.

Conheceu outro mundo, aprendeu o valor do respeito, do companheirismo e o que é a vida, mas se o passado pudesse ser mudado ele voltaria só pra viver diferente.

Até passar mais sete anos, quando se esbarraram por aposição em caminhos pouco propícios a encontros da cidade. Ele parou, ela olhou e seguiu em frente. Ele correu ao seu encontro, ela virou e o abraçou.
Foi assim que eles perceberam a importância da separação em suas vidas, o valor da distância que tinham que viver e outras historias que eles tinham que conhecer.


O destino nos pertence, não que a vida possa ser prevista, certas coisas devemos deixar que a vida nos leve, dando espaço para o que ela tem a nos mostrar, nos deixar viver o que tem pra viver.



Como se tivéssemos que viver tudo antes de conquistar um bem maior, como se você fosse parte de um jogo e quem ganha é aquele que aceitou viver.

O universo tem o poder de transformar, assim como o mundo gira e nos devolve o que é nosso, se for nosso, não por oposição, e sim, pelas coisas que tem que ser, talvez por mérito, por se comportar ou suportar...


Música que marcou época..

14/07/2010

O fim.


Ele não via a hora de chegar em casa pra se encontrar com ela e saciar seus desejos, tinha dias que ele nem saia só pra poder estar junto, acariciando cada canto de seu corpo, olhando cada curva que não se desfazia com o tempo.

Ele admirava seu modo de se vestir, seu modo de se despir daquele vestido branco que ela adorava colocar, seu jeito sensual de andar. Sonhava, mesmo acordado, com seus beijos, com sua voz suave que lhe seduziu desde o primeiro dia.

Ele trazia flores, dizia sempre que a amava e seria eternamente fiel, que nenhuma mulher ocuparia o lugar em sua cama, que outra jamais o atenderia da maneira que ela lhe proporcionava prazer intenso.

Certo dia, ao chegar em casa, ele encontra seu apartamento em chamas, desesperado, nada mais importava naquele momento do que salvar as únicas lembranças de sua mulher que viravam cinzas diante de seus olhos, sobrando apenas uma das fotos que ele todos os dias a pressentia.

Ao entrar em seu quarto, somente sua cama ainda havia fogo, pensou em se deitar imaginando novamente a encontrar, até ouvir uma voz doce dizendo pra não se entregar. Era ela em seus pensamentos.

Ele saiu do apartamento confuso, deprimido, e morreu de infarto em frente sua casa, onde ela havia sido morta.


06/07/2010

Vamos combinar assim...

Queridos e queridas!

Eu nunca pensei que precisaria dizer isso, mas tudo bem, eu me explico com o maior prazer. Vou tentar ser bem explícita pra não ter erros de entendimento ou discordâncias.

Eu trabalho de segunda a sábado e faço curso de terça e quinta, além de trabalhar em outras ocupações remuneradas, tentando transformar o útil ao agradável, fazendo um palito de fósforo virar fogueira no teatro dos mortos vivos... Não precisam entender o trabalho, entendam só a dureza.

Com essa correria do dia a dia, não sobra muito tempo pra lazer, a não ser algumas horinhas na sexta a noite com amigos e aos sábados com o namorado (pra não abrir concorrência). Não desmerecendo meu Blog, pois aqui também é meu lazer, eu adoro aqui. Eu me divirto visitando os amigos, escrevo o que eu quero, o que eu gosto, me liberto de sentimentos e vontades.

Eu adoraria, vocês não sabem o quanto, ter mais tempo, como alguns meses atrás que eu ficava conectada 24h por dia.. mas hoje em dia não é possível, não consigo conciliar meu tempo com meus afazeres e prazeres, infelizmente.

Sem contar que tenho outros blogs espalhados por ai, inclusive um somente para adultos (não conto, tenho vergonha.. rs), tendo que dar atenção para os leitores desses outros afins. E vocês são muito rápidos, não consigo acompanhá-los (rs rs).

Portanto, eu peço desculpas por não estar sempre presente em seus espaços comentando a cada post, não é sempre que estou por aqui, não é sempre que coloco algo aqui, mas sempre que entro no meu não deixo de visitar vocês. Eu adoro ler, aprecio a criatividade, dou muitas risadas, me emociono, aprendo com cada um de vocês de uma forma diferente e interessante.

Queria poder me envolver mais, estar mais presente, conhecer mais gente... mas, por enquanto, tem que ser assim. Peço a compreensão de todos que “me lêem”, dos amigos e tenham paciência se eu não responder um e-mail hoje, amanhã ou depois eu estarei retornando. Eu não sou nenhuma ingrata, não sou chata ‘nesse sentido’ e sei reconhecer carinho.

É isso! Decidi explicar publicamente a alguns e-mails de atenção, sem citar nomes, o motivo dos meus sumiços. Agradeço por me compreender, por estarem sempre aqui quando eu apareço e por tudo que me proporcionam.

Tentei resumir meus dias, claro que existem outras forças maiores, mas isso é outra historia..

Obrigada por ler e me entender, até a próxima, sem lamentações (rs).

Ah... pediram fotos, outro dia eu coloco. =)

Beijos, amores.

29/06/2010

Mulheres que amam de menos. Não anônimas! [2]

Relacionamentos quando não sabemos se o amor ou o dinheiro administra a situação... Conversas de esquinas entre amigas. “Meus amores”..

Manu: Eu, Manuela, tenho 32 anos (não preciso esconder a idade, ainda estou gostosa), nunca fui casada e não tenho filhos, meus relacionamentos são casuais até que eu encontre um parceiro que não esteja interessado em meu dinheiro.
Tentei gostar do Fabiano – tah, gostei um pouquinho - mas ele só queria sair com meu carro. Eu sei o porque, é pra não gastar a gasolina dele, só pode ser...

Nós: O Michel não vinha sempre te buscar pra sair, te deixava em casa, só te levava pra lugares “chiques” e não deixava você dividir a conta?

Manu: Ah, não, ele pensava que era meu dono, queria me conduzir sempre, mas eu sei o porque dele não querer que eu dividisse as contas... Ele queria desfilar comigo pra cima e pra baixo, sem deixar eu propor os lugares..
Já me viram ser dirigida e não dirigir?

Nós: Mas... ah, deixa pra lá, doida... Haha.
Paty?

Paty: Eu, Patrícia, estou divorciada a 3 meses de Felipe, ele era um amor, sempre atencioso, trabalhador, carinhoso, fiel, companheiro, dedicado, me trazia flores acompanhados de presentes em datas comemorativas. Tínhamos os mesmos gostos, saíamos pra sair, dançar, faz um sexo de qualidade e sempre me trazia chocolates em épocas de TPM.
Ele era...

Nós: Chegaaaaa.. Por que se divorciou, então, se ele era o seu ideal?

Paty: Não sei, eu só tenho 23 anos, tenho muito o que conhecer, muito o que saborear da vida e não gostei da experiência de viver num mundinho a dois. Mas foi bom enquanto durou e a venda dos nossos bens pagou minha faculdade.

Nós: Estamos “bege”, amiga, ainda lembro daqueles dias que você só pensava em casamento.. =S

Elas: E você Cilóka, por que terminou com o Rodrigo? Parecia que ia dar casamento naquele grude todo, ele não largava do seu pé, amiga, o que houve?

Eu: Eu tenho cara de Banco 24 horas? Tenho cara de quem esta montada na grana pra sustentar marmanjo? Tenho filho barbado? Tenho caixa eletrônico dentro do meu quarto? Sou adepta a sair e pagar as contas e fazer festa pra amigos.. que nem são meus?
Já me viram com um homem que me pede dinheiro pra colocar gasolina na moto e consertar pneu furado de carro e que vive cheirando a fumaça?

Elas: A.....

Eu: NÃO, não sou otária.. Pronto falei!

Elas: Ele te pagou o que deve?

Eu: Não, mas eu ainda tenho o capacete e outras coisinhas dele, sairei lucrando quando eu vendê-lo.. Haha.

Elas (de boca aberta com minha atitude): Huau, esta certo que a vingança nunca é a melhor escolha, mas (silêncio momentâneo).. é isso ai, amiga, estamos contigo.. Haha

Nós: Hahahaha.. vamos assistir ao jogo.

23/06/2010

Uma face das muitas faces do amor.


Ninguém ama o escolhido, ninguém ama o miserável, ninguém escolhe alguém pelas coisas que não tem. Do contrário o amor mataria a fome, não haveria concorrências e infidelidade..

Não se escolhe amar, não temos o dom de predizer pensamentos e não somos aptos a enxergar o interior de alguém, se fosse assim, você não amaria o seu ex, hoje comprometido, e não teria aquela persistente esperança de que um dia ele irá voltar.

Aquele que te traiu, então, seria um lixo não reciclável, não saberia nem o porque que um dia se envolveu. Ou melhor, não perderia seu tempo se envolvendo.

E quem condena o triangulo amoroso? Alguém escolheu deixar de amar e se esqueceu de dizer ao parceiro pra também desistir?

Quando a outra entra de gaiato, seu marido cai como um pato, só porque ela dá algo a mais que você não deu. Seu amor ainda é verdadeiro, mas deixou de ser ingênuo, se você o perdoa é santificado, se dá o troco é puta.. e o amor ainda continua.

Ainda dizem que o amor rompe barreiras e não desata laços. Há quem diga que amou e foi amado, há quem diga que amou e foi trocado, desamparado pelo destino que não foi ao seu favor.

Você a ama, ela ama outro, e esse outro ama alguém que esta longe com outro. Não posso recriminar, eu também já estive nesse círculo amoroso..

Você é equilibrada e forte, até que um dia encontra seu namorado nos braços de outra. Ele é seguro de si, culto e inteligente, mas a sua mulher preferiu o personal trainer depois de ter um romance com o motorista.

Você ama aquele safado que só pensa em sexo, aquele que pega seu dinheiro e sai todos fins de semana com os amigos. Não faz o mesmo porque ele não gosta, não faz mais amor porque ele esta cansado.
Isso é julgado como amor?

Não, o amor não é banal, é racional.. Tente raciocinar o porque das pessoas amarem pessoas erradas. Te garanto que vai encontrar motivos, é só se colocar no lugar delas ou olhar para si..

O amor é assim, às vezes emancipados outros refinados, certo dia você encontra a pessoa perfeita, até demonstrar o contrário ou, se der sorte, ela continua perfeita.

O amor pode ser estranho, pode ser imutável , pode ser nefasto, mas o amor não escolhe como irá se comportar, apenas é assim e sente assim.

Quem sabe é sábio quem não sabe um dia aprende..

20/06/2010

Kiss me baby..


Não, beijo não é só um beijo, quem disse isso não foi beijado daquele jeito de tirar o fôlego, de causar arrepios e despertar sensações. Aquele com vontade só há um lugar para terminar.. em qualquer lugar que esteja amanhecendo.

O beijo expressa paixões, desnuda desejos e pode mudar todas nossas jogadas, o que era pra ser só um beijo torna-se tormento de querer mais uma vez e sempre querendo mais.

Vale beijo na chuva, beijo na rua, na cama ou na varanda. Beijo de língua ou selinho, pode, sim, dar mordidinhas, mas tem que beijar como eu beijo.

Só não vale o beijo grego...

E o beijo com pegada? Ah.. não preciso dizer mais nada !!!

Conheça o beijo de cada signo... Eu sou de Touro.

O beijo de Áries
O ariano beija com o corpo todo. Ele pulsa, ele se entrega e ao mesmo tempo ele domina. Percorre a boca desejada com fogo e paixão. Não é dado a beijocas superficiais, pois gosta de sentir uma emoção e uma energia intensas nesse momento especial.

O beijo de Touro
O taurino tem um beijo guloso, profundo, altamente sensual. Ele aprecia o sabor, o calor, a textura da boca beijada. Não tem pressa e é capaz de ficar longos minutos deliciando-se com o gosto da pessoa amada.


O beijo de Gêmeos
O geminiano gosta de alternar beijos mais profundos e intensos com leves beijocas e brincadeiras com a ponta da língua, percorrendo os contornos da boca da pessoa amada, mordiscando-a, saboreando-a… É um beijo meio moleque, gostoso, jovial e cativante.

O beijo de Câncer
O canceriano coloca a própria alma no ato de beijar. No momento em que seus lábios se unem à boca da pessoa amada, ele traduz o mais puro romantismo e faz dessa carícia uma verdadeira declaração de amor.


O beijo de Leão
O leonino acredita que beijar é uma arte. Por isso, ele se esmera em percorrer docemente a boca do parceiro, alternando carícias suaves com outras mais ardentes. Seu beijo tem gosto de paixão, de desejo, de força e intensidade. Enfim, é um beijo de Fogo, capaz de seduzir e incendiar.


O beijo de Virgem O virginiano é perfeccionista até no beijo. Que grande qualidade! Ele toma o maior cuidado para que a pessoa amada se sinta plenamente envolvida pela carícia de seus lábios suaves e de sua língua ávida de sensações. É um beijo intenso, molhado, delicioso!


O beijo de Libra
O libriano beija no estilo romântico. Com seus lábios doces e ao mesmo tempo ousados, ele conduz a pessoa amada para um lindo cenário, feito de flores, nascentes de água e pôr-do-Sol. Impossível não se entregar à carícia feita por essa boca que sempre parece querer "algo mais"…


O beijo de Escorpião
O escorpiano faz do beijo uma extensão do ato sexual. É um beijo erótico, quente, convidativo, que faz pensar nas cenas mais loucas e ardentes. É um beijo-armadilha, um beijo-sedução, um beijo-paixão… Uma experiência inesquecível!


O beijo de Sagitário
O sagitariano não beija apenas com a boca, mas com o corpo todo. Ele percorre o corpo da pessoa amada como se quisesse invadi-lo, conhecer todos os seus segredos, ultrapassar fronteiras. É um beijo quente e sensual, com um quê de selvagem, com cheiro de feno e sabor de aventura.

O beijo de Capricórnio
O capricorniano beija meticulosamente. Começa devagarzinho, como se quisesse tomar posse do "território desconhecido"… Depois, ele vai se aprofundando mais e mais, em busca de uma intensidade cada vez maior. É um beijo prolongado, desses que roubam o fôlego e deixam um gostinho de "quero mais"…


O beijo de Aquário
O aquariano beija como se quisesse desafiar as expectativas da pessoa amada. Alterna beijos carinhosos com outros de pura volúpia e é capaz de transmitir um desejo intenso com o mais simples toque de lábios… Está sempre em busca de sensações novas e não tem medo de ousar.

O beijo de Peixes
O pisciano tem um beijo inteiramente devotado à pessoa amada. É um beijo-doação, em que ele procura proporcionar o máximo de sensações, de prazeres, de sabores e calores… Por isso mesmo, é um beijo delicioso, que nunca se repete, mas se supera a cada nova experiência.


Beijos a quem é de beijos.


Fonte dos signos

16/06/2010

Vale a pena ler de novo.. "De tanto desejo.."



01:30 da manhã, em minha casa, o interfone toca. Uma voz grave, com sussurros doces me dizia:

- Oi, meu amor, quanta saudades eu senti, não sei como pude resistir tanto tempo sem lhe procurar, não sei por que um dia parti para longe de ti.

Hoje, quando olhava sua foto, lembrei do quanto era feliz, do quanto me enlouquecia, com sei jeito meigo, sua voz suave ao me acordar. Não resisti e vim lhe procurar.

Perdoa-me?

Deixe-me subir e te sentir, te amar como nunca te amei, sentir seu cheiro, seus cabelos, sua pele ardente que me enlouquece aos toques do seu corpo envolvente.

Lembro-me do nosso primeiro abraço, com meus braços te envolvendo, sentindo seu apelo ao querer se entregar. Seu beijo delirante estremecendo meu corpo, não consegui resistir em te possuir, te fazer mulher explorando cada canto do seu corpo, apreciando suas curvas que me levaram a insanidade.

Como magia, ao penetrar-te suavemente, tragando-te aos sons de suspiro de prazer, ansiando a vontade do auge do teu deleite. Deixe-me entrar, deixe-me saciar essa vontade de te ter, de te provar mais uma vez.

Amanhã, quando acordar, sentirá meus lábios em seu corpo conduzidos pelo mapa que tatuei em sua pele macia, ouvirá minha voz em seu ouvido dizendo-lhe que te amo, que te quero e te desejo.
Abra amor, deixe-me entrar..

Nessa hora o interfone se desliza sobre meu corpo, saboreando o momento de felicidade e ao mesmo tempo lutando contra meus desejos e anseios para não correr e me atirar em seus braços.

Desci as escadas e ao chegar perante a porta meus olhos embaraçaram, uma luz se expandia e acordei em minha cama, suada com meus desejos reprimidos, me entregando ao martírio de estar longe de ti.

12/06/2010

Namoro X Negócios..


Aqueles sites de relacionamentos, namoro, até que tem seu valor, quando não encontramos aqueles que procuram em seu parceiro uma fonte de renda.
Entre as salas de bate papo...

LineGirls: Olá, nome, idade e estado civil?

Jefersong: Olá, Jéferson, 32 anos e solteiro. E você?

LineGirls: Aline, 28 anos e sou analista de sistemas. O que faz da vida?

Jefersong: Sou vendedor de bijuterias numa loja no shopping..

LineGirls desconectou....


Site de namoro.. Empresário.rico para Gostosa:

Olá, meu nome é Otávio, tenho 42 anos, sou casado, 2 filhos e sou empresário. Procuro uma mulher linda e Gostosa como você para relacionamento casual, em troca posso mudar sua vida com meus mimos e ofertas diárias.
Se lhe interessar me escreva, estarei ansioso para desfrutarmos de nossas aventuras, dar e receber amor e sexo de primeira.
Pago bem, mas aviso logo, sou casado, procuro apenas de sexo.
Beijos lambuzados de prazer.

Retorno: Gostosa para Empresário.rico

Olá, Otávio, nunca me relacionei com um homem desta maneira, procuro realmente um amor, sou carinhosa, atenciosa e quero um relacionamento sério com um homem solteiro e que queria se casar e ter filhos.
Mas acho que podemos tentar algo, se você procura alguém é porque esta carente e precisa de uma verdadeira companhia. Sou compreensiva, quem sabe você não encontra em mim o que precisa.. Rs.

Me explica melhor esse negócio de mimos e ofertas diárias?

Beijos de sua Isabel.

Quando não, o Romeu te pede carona:

Ricardo: Amor, passaremos o dia juntos e você escolhe onde vamos, pois estou morrendo de saudades, faz tempo que não nos vemos.
A noite quer ir ao cinema, naquele restaurante que você gosta ou naquele barzinho que você adora?

Débora: Ah, amor, vamos sim, eu também estou com saudades, vamos primeiro ao cinema e depois passamos naquele restaurante italiano que nos conhecemos.

Ricardo: Claro, mas você recebeu? Estou duro hoje, tem como me emprestar um dinheiro pra colocar gasolina na minha moto?

Débora: Que????

Estou mentindo sobre os fatos?

Não generalizo, nunca, mas hoje em dia namoro é negócio, mal começa o relacionamento e um dos dois ou ambos se sentem futuros ou atuais donos de seus bens. Chegou a época que pra conhecer alguém temos que apresentar nosso currículo, se você se encaixa no perfil esta namorando, se não, procure fazer um curso profissionalizante pra ver se arruma algo melhor.. e não estou dizendo de emprego.

É o clima do dia dos namorados, afinal, não é uma data a mais para comerciantes ganharem seus lucros?
Mesmo assim, sendo assim, tão assim...
Contesto um pouco o ser humano, mas só um pouquinho, claro que há aqueles que levam a sério o namoro, o casamento onde o namoro é eterno enquanto dure.. Aqueles que sabem respeitar, compartilhar, compreender e caminhar lado a lado.

Não deixem essa data tão especial para os apaixonados serem uma forma de ganhar presentes, um dia apenas comemorado, dia dos namorados são todos os dias, é o amor pra ser lembrado.

E aqueles que ainda não tem um amor para passar esse dia juntinho, não fiquem em casa, vá a caça. Há muitos homens e mulheres disponíveis a procura de um alguém, pessoas dignas que se enquadram no que buscamos. Basta ter olhos para enxergar, saber paquerar e viver as delícias que o namoro pode proporcionar.
Passei rapidinho pra postar, pois já estou indo também namorar, amanhã passo por lá.
Obrigada por lerem.. Beijos!

06/06/2010

Ausência - Poesia.

Olá, amores..

Quando tempo, mas não tanto assim... peço desculpas por minha ausência,
sei não é a primeira e não será a ultima vez, eu sei, mas a saudade é a
mesma sobre a falta que me faz de não poder compartilhar nossos dons.
Estou melhor da “gripe” (vamos chamar assim) e louca para visitá-los.
Hoje escrevi um texto sobre “Ausência”. Espero que gostem.. 
Obrigada por lerem... 

Beijos.



O que é a ausência perto da ausência do presente, tão demente, como um raio passageiro que só avisa a tempestade.

Do corriqueiro aos olhos de quem vê, do mórbido aos olhos de quem tudo vê.

A ausência são das cores, das dores, dos amores atenuados pelos lenitivos diários, já cansados esperando momentos sagrados.

São dos vôos das aves enfermiças e do passado que só deixou saudades.

Ausente é o que deixou de te despertar, o que deixou de te desdenhar, é como aqueles dias que chovia e tudo purificava e hoje tudo paira.

Um dia cego, outro inserto, e mais um dia profetizando como será o próximo dia..

É ser o estrangeiro confuso, é não ver o sol nascer depois de uma madrugada em clara e esquecer o que lhe aconteceu de melhor.

Ausência é a vida não vivida, a força contida e a igualdade das oportunidades..

É estar sem querer ficar, correr e contra o tempo esperando chegar a algum lugar, a fé dos que sofrem desconsolados e a voz calada querendo gritar.

Se a esperança é a ultima que morre, na ausência dela não sobraria mais nada.


Escrevi esse poema em meu ex-Blog "Meus Momentos em Poesias", 
que fechei dia 18/05/12, sei lá porque... 
não poderia perder os comentários dos meus amigos 
na época, né?! Estão todos aqui também ♥



Sônia Silvino disse... Boa noite, Pricila!!! Vim retribuir o teu carinho de sempre! Que a tua semana seja maravilhosa! "O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis".(Fernando Pessoa)
Bjkas, muuuitas!
Sônia Silvino's Blogs Vários temas, um só coração! 6 de junho de 2010 17:53

Mirtes disse... Uau!!! nossa Priscila muito belo o que você escreveu. Fico feliz por sua ausência ser temporária... Bjsss 6 de junho de 2010 22:09

Amapola disse... Que lindo, Priscila!! A ausência da esperança seria mesmo, o nada. Parabéns! Um abraço apertado, querida amiga. Muito obrigada pelo carinho de sempre. Que Deus a faça muito feliz. 7 de junho de 2010 10:27

Pérola disse... Muito lindo amada,coisa de louco. A ausência já me machucou muito mas hoje ela é só lembrança,uma fina lembrança. Beijokas,vc está de parabénsssssssssssss. 7 de junho de 2010 13:57

Tetê disse... Pri, a ausência que mais doi é daquela pessoa que está presente fisicamente vivendo apenas prá si mesmo! Bjks Tetê 7 de junho de 2010 14:45

Biagio Grisi disse... Muito obrigado por poder estar aqui, portanto, aprendo mais sobre as coisas da vida. Um abraço e feliz semana. 9 de junho de 2010 07:27

Amapola disse... Passei para ficar presente, no cantinho afetuoso da amiga Priscila. Um abraço apertado, querida menina. Muita saúde e paz, com a bênção de Deus. 9 de junho de 2010 13:04

A.S. disse... A ausência é um vazio no peito que fica por preencher... Beijosss AL 10 de junho de 2010 06:52

Ronaldo disse... oiiii amiga tudo na paz? passando para desejar um lindo final de semana, e sim, a gente, pode marcar de se conhecer, somos de SP ;o) hehehe  bjssss 11 de junho de 2010 05:56

Espaço Cris Padilha disse... Priscilaaaaaa, não conhecia este seu cantinho!! vc está sumidinha mesmo, está melhor? Passa lá no meu espaço e pega selinho festinha junina pra alegrar seu dia!! Fica com ótimas energias e muita Luz! bjsssssssssss 11 de junho de 2010 20:08

Everson Russo disse... Ausencia é algo que maltrata nossos dias....um beijo de linda semana pra ti querida... 14 de junho de 2010 06:01

Sônia Silvino disse... Estou exausta, mas vim ler as novidades. Obrigada pela visita que me encanta sempre. Muitas beijoquinhas pra você!!! Sônia Silvino' Blogs! Vários temas & um só coração! "Amigo é coisa pra se guardar... no lado esquerdo do peito..." Adivinha onde está você??? 16 de junho de 2010 18:39

A.S. disse... Vim reler tuas palavras, rever vc... e deixar um beijo querida! 3 de julho de 2010 15:47 Sônia Silvino disse... Passando para deixar um carinho, Pri! Bjs! 15 de julho de 2010 20:38

Canteiro Pessoal disse... Querida, amei teus espaços. Priscila Cáliga 19 de julho de 2010 05:50






30/05/2010

Só mais um antitermico, por favor..


Depois de uma febre de 40º, por resultado de minha garganta inflamada, acordei com meus neurônios falhando e minha voz rouca.

Cadê os meus direitos de falar, impor e debater? O que me resta é escrever, mas o que? Se os calafrios de minha pele ardente não me deixam satisfazer meus desejos de criar e desenvolver o que minha mente ambiciona.

Mas o pulso, ainda pulsa..

O que me resta é desejar uma ótima semana.. nos vemos entre ela.

Música do dia.. rs.

24/05/2010

Uma carta quase de amor..


Por que não foi você antes..

...antes que eu sofresse por minha vida alucinada, da qual carrego a ansiedade de querer viver o ontem e consertar o amanhã. Essa vida que me priva a alvorada, que me faz correr a todo vapor e padecer em minha tortura, louca para dar um salto no abismo de minhas paixões.

...antes que eu conhecesse o mais absurdo das razões, antes que eu me submetesse às passagens de ida para outras dimensões. Antes que eu vivesse em meio às promessas insólitas deste mundo que me trouxe um outro mundo devasso e ferino.

...antes que eu me entregasse as lagrimas por viver o mais lindo dos sonhos e acordasse descoberta, tendo que conter os caprichos de minha pele que me afoga neste rio vicioso e imenso pelo que eu pensava que poderia acontecer.

...que me trouxe a esta realidade não conhecida por mim, mas sentida em segundos o que é na verdade viver a realidade. É nessa velocidade que quero mergulhar do mais alto cais e sentir a emoção de estar contigo. É sedutor, é envolvente, é intenso e assustador. Mas é nessa ferocidade do vento em meus cabelos que eu quero me perder.
Música de nós dois

18/05/2010

Teu anseio, meu desejo - Poesia

Como faz tempo que não escrevo poesias, hoje resolvi
degustar a intimidade e fertilizar pensamentos.
Esse foi para um certo alguém ♥
Obrigada por lerem.. 

Beijos..


É em teus braços que me afogo em tua luxúria
Desvenda-me de tua vontade
No teu desempenho as posições que me revela
É onde me descubro nos lençóis submerso
de nosso suor incontrolável

Enleie nossas pernas e desnuda minha covardia
Sinta em meus zunidos quem doma o meu corpo
Sacie-se da fome voraz que sou culpada
Culpe-me de sua fúria a libertar-me a insanidade

Mate sua sede, em minha boca reclame por meus beijos
Enlace nossos corpos desarranjando em nosso leito
Prende suas mãos em meus cabelos
E peça mais uma vez, sempre mais uma vez

Descreva -me em palavras o teu anseio
De embrenhar-me a noite que seduz teu desejo
Percorra com sua boca em meu corpo
E eu te faço o que me pedes com vontade



Escrevi esse poema em meu ex-Blog "Meus Momentos em Poesias", 
que fechei dia 18/05/12, sei lá porque... 
não poderia perder os comentários dos meus amigos 
na época, né?! Estão todos aqui também ♥

Sônia Silvino disse... Boa noite, meu bem! Grata por sua preciosa visita! Pri, fiquei até nervosa com a imagem. rsrsrsrs "Você é como uma reunião de chocolate Tem talento, tem prestígio... ... Vale mais que ouro branco, Brilha mais que diamante negro, E quem tem sua amizade pede bis!!!" (Deffanny) Bjkas, muuuuitas! Sônia Silvino 18 de maio de 2010 18:54

A.S. disse... Ah!... Belo! Intenso! Sensual! Cada silaba é uma doce caricia deslizando ardente sobre a pele... Beijosss AL 19 de maio de 2010 01:16

Felipe disse... Manda mais!!! 19 de maio de 2010 05:21

Amapola disse... Nossa... que sensual! Gostoso, muito gostoso. Um grande abraço, amiga. 19 de maio de 2010 06:03

Lady disse... Olá! Vim conhecer seu espaço, amei! Uma imagem vale mais que mil palavras... Mas essas palavras são belíssimas. Parabéns pela postagem, arrasou! Tenha um lindo dia. Com carinho, Lady. 19 de maio de 2010 07:11

Tetê disse... Lindo Pri! Suas poesias são lindas, falam direto com a alma da gente... De arrepiar! Bjks Tetê 19 de maio de 2010 13:52

Everson Russo disse... Forte e intenso,,cheio de desejos e arrepios....nuances de extase de amor....um beijo querida e um dia lindo de paz.... 20 de maio de 2010 05:01

Mirtes disse... Priscila, você é uma verdadeira poetisa, menina é melhor patentear seus poemas antes que alguém se aposse, nunca vi frases tão intimas com um toque forte e angelical... parabéns. Duchas de bjssss 20 de maio de 2010 14:27

Amapola disse... Passei para lhe dar um abraço. Bom fim de semana. 21 de maio de 2010 13:45

Pérola disse... Maravilhoso amada. Parabénsssssssssssssssssss. Eu ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii 22 de maio de 2010 06:50

Fernando Bueno disse... Um dia eu ainda chego no seu nível! HAUSHUHASUHAUSH' Lindo... amei! bjãooo 1 de junho de 2010 11:16

Jisohde G. Posser disse... ola amiga, gostei muitíssimo de teu blog, tá de parabéns! Quanto ao gatinho preto, adorei, muito curioso! podes me dar uma cria dele? mais sou mais em aves, vc consegue um? te adicionei! http://unaienses.blogspot.com.br/ http://ornitologia-2012.blogspot.com.br/ obrigado. bjos. jisohde G. Posser - 120326 16.50 26 de março de 2012 12:51




12/05/2010

Estranhas lembranças..

Depois de 40 anos minha avó resolveu reformar a casa, modernizá-la com cores, azulejos e pisos da atualidade. Não estava em estado crítico, até tinha uma boa aparência, aconchegante e arejada.

Como todo dia estou lá, acompanho o pedreiro em cada canto, vendo ele quebrar e concertar de uma forma diferente, mudando os ângulos e os cantos, aumentando e transformando os aspectos de cada cômodo.

Olhando para os movimentos dele quebrando as paredes eu lembrei, ou melhor, imaginei meu avô a construindo, pois naquela época eu não existia, mas senti em cada destroço o suor de meu avô.

Foi como uma lembrança, uma saudade daqueles tempos, quando o pedreiro tirava a primeira camada do piso de barro, o despindo até aparecer o primeiro revestimento. Meu avô já havia trocado.

Aquele piso de cacos vermelhos antigo lacrimejaram meus olhos, não resisti a vontade de pisá-lo, tirei os sapatos e assim fiz. Que emoção maravilhosa, senti a presença de meu avô, parecia que, de alguma forma, ele estava ali.

Que sensação não conhecida por mim, foi como eu estivesse naquela época, uma menina correndo, brincando e colhendo uvas plantadas no canto do quintal. Elas fazem sombra sobre os poços e metade da varanda. Foi triste também ver o pedreiro soterrá-los com os revestimentos quebrados.

Essa mudança não tira a lembrança ou a saudade de meu avô, mas cada tijolo caído, cada piso extraído, foi como arrancar um pedaço de mim. Já não é como era antes, quando eu morava na casa dos fundos e corria para a casa de minha avó todo dia de manhã.

Meu avô partiu há 23 anos trás, eu só tinha 2 anos e não pude conhecê-lo tão bem, mas soube do carinho que sentia por mim, diferente dos outros netos, talvez seja essa a ligação tão forte que sinto por aquela casa, onde foi construída por suas próprias mãos.

O que me conforta é saber que a parreira de uvas permanece de pé, saber que todo final de janeiro vou poder colher, lembrar de meu avô e um dia, Deus queira que muito distante, também de minha avó.

“Momentos meus”

09/05/2010

Feliz é ser Mamãe...


Comecei a escrever uma homenagem a minha mãe, escrevi, apaguei, escrevi novamente, apaguei.. escrever sobre quem amamos é tão fácil, mas, ao mesmo tempo, nos deixa dúvidas, pois querermos escrever o melhor, o poema mais bonito, mais detalhado, que expresse nosso sentimento mais agradável.

Tentei escolher as palavras mais sublimes, traduzir em poucas linhas o seu significado, divulgar o quão importante é nossa mãe ou ser mamãe. Então, decidi fazer diferente, fiz um dicionário com uma só palavra a ser traduzida.

Mãe: Sf/Sm (substantivo Feminino e Masculino) 1- Mulher guerreira, forte, luta pelos seus filhos como uma onça que protege seus filhotes. 2- Carinhosa, prestativa, dedicada, voluntária. Doa-se por inteira em prol sua família. 3- Bondosa, caridosa, promissora, emotiva. Sentimentos verdadeiros regem por seus descendentes. 4- Amiga, companheira, confidente. Esta sempre pronta a ajudar no que seu filho precisa. 5- Batalhadora, múltipla, talentosa. Torna-se duas ou mais para satisfazer as necessidades de sua criança. 6- 7- 8...
Existem vários significados para definir, não a palavra e sim, a mulher que recebe a benção de ser mãe. E neste dia mostramos a elas o quanto são importante...


05/05/2010

Mulheres que amam de menos. Não anônimas!

Fatos verídicos, aqui fantasiados, escritos por mim, narrados por amigas queridas em conversas de esquinas. A elas, meus agradecimentos.

Cris: Eu, Cristina, estou namorando há dois meses com um homem lindo, chama-se Roberto, é um moreno alto e forte, me leva a lugares suntuosos e me compra do bom, do melhor e do ótimo. Muitas morrem de inveja (haha).
Mas não tem conteúdo, aliás, eu arrumo tanto homem lindo e sem cultura. Esta certo, eles que pagam as contas, mas eu que sugiro sempre os lugares, porque por eles nossos passeios seriam em parques de diversões.

Nós: Hum.. Já vimos muitos “literatos” atrás de você, por exemplo, o Marcio.

Cris: O Marcio, aquele cabeça de ovo?! Para, amigas, nem se eu tivesse cabelo duro.. hahaha..

Nós: Hahaha.. Então continue com seus objetos, fazendo de seus relacionamentos acessórios humanos e invejáveis.
Michele?

Chele: Eu, Michele, estou namorando faz um ano e meio com William, ele, desde o começo, me traz flores, bombons, é super carinhoso, romântico, chega a enjoar.
Parece que eu atraio esse tipo de homem, esses que me tratam como uma boneca de enfeite e intocável, me levam ao cinema pra assistir filmes líricos.. Aff.
Eu queria é um homem mais atrevido, que não me ligasse a cada minuto perguntando se eu estou bem. Parece até que sou doente, que preciso de cuidados a todo tempo.

Nós: Hum... Chele, você parece mesmo uma bonequinha, fala doce, tem um jeitinho delicado... por que não ficou com o Rogério, então?

Chele: Que?! Aquele Ogro só pensa em futebol, bar e cerveja. Não tem uma gota de delicadeza, na escola de boas maneiras ele tirou nota 0.

Nós: Então, Caçulinha linda da turma, não reclame da atenção do seu namorado e “sossega o facho”.. hahaha..


Elas: E você, Priscila, qual é a vítima dessa vez?

Eu: Haha.. E quem disse que são vítimas?! Hoje em dia estou em época de reflexão, apenas analisando territórios, conhecendo novos conceitos, outros recintos. Understand me?

Elas:Ahhhhh.. Vamos jogar bilhar!



Depoimentos de algumas de minhas maluquetes, logo mais Manu e Paty.. ;)